sábado, 22 de fevereiro de 2014

As 20 morenas mais bala do universo



Essa lista tava na geladeira faz muito tempo - mais ou menos desde a época que fiz a lista das 20 loiras - , mas finalmente criei coregem pra finalizá-la. Segue aí o portfólio das 20 morenas mais frequentes nos meus sonhos cada vez mais solitários e geriátricos. Põe na tela:

20 - Jennifer Beals



Se Shelley Duval fosse muito bonita (ela não é nem um pouco, a gente sabe), ela seria Jennifer Beals. Natural de Chicago, com seu sorriso marcante e olhar hipnótico, é a eterna Alex de Flashdance e também muito conhecida por The L Word, que pra quem não conhece, é uma série onde umas lésbicas ficaram se pegando de 2004 à 2009. Jenny fez outros filmes como O Livro de Eli, A Prometida e O Diabo veste Azul. Já tem no currículo mais ou menos uns 50 longas. Também participou de um episódio da série Teatro dos Contos de Fadas no papel de Cinderella.
Flashdance já tem mais de 30 anos, Jennifer já está com seus cinquenta e é incrível como só melhorou com o tempo. Chek it out!







19 - Anna Friel



Atriz inglesa que começou a atuar aos 13 anos e tem um extenso currículo no cinema e na televisão. Em  1994, deu o primeiro beijo lésbico em uma tv britânica. É a Luciana Vendramini deles. Entre alguns filmes de destaque estão Sem Limites, O Elo Perdido e Você Vai Conhecer o Homem de Seus Sonhos. Mas ela ficou mais famosa mesmo por ter interpretado a morta-vida comedora de tortas e criadora de abelhas Chuck na superestimada e injustiçada série Pushing Daisies, que eu já falei aqui e, como não dói nem custa nada, recomendo novamente.










18 - Fernanda Young



Essa é a mais metida a intelectualizada da lista. Atriz, roteirista, escritona e apresentadora, Fernanda faz a linha (sei que fico extremamente passivo usando esse termo, mas me deixem) "braquinha tatuada com visual exótico". Já escreveu e atuou para séries e miniséries da Globo, GNT e outros canais, lançou um romance chamado O Pau, cuja capa é uma das mais legais já feitas. Não conheço nenhum de seus livros, mas "li" sua playboy mais de uma vez, o que deve contar bastante.






17 - Claudia Cardinale


Claudia é uma libertária esquerdisda que sempre esteve envolvida em causas políticas, das mulheres, dos homossexuais e humanitárias em geral mas nada disso importa porque ela é GOS-TO-SA! Ou era. Uma das musas de Frederico Fellini, fez um estrondoso sucesso no cinema italiano nos anos sessenta, como em Era Uma Ves no Oeste, O Leopardo, Uma Rosa Para Todos, Rocco e Seus Irmãos, O Dia da Coruja, etc. Claro que depois ela despontou para fora da Italia e mesmo da Europa. Está em um dos meus filmes favoritos, Fitzcarraldo, mas infelizmente aparece pouco. Cardinale está hoje com 75 anos mas se mantém em plena atívidade artística. Abaixo algumas fotos da deusa italiana para autenticar sua presença nesta lista. Só tem imagens em preto e branco porque ela é de uma época onde as pessoas ainda não eram em cores #piadasrenatoaragão











16 - Lizzy Caplan

Embora eu tenha conhecido Lizzy quando fez a gótica gostosa amiga da Lindsay Cocaína Lohan em Meninas Malvadas, foi em Cloverfield, onde interpretou a memorável Marlena, que meu cu caiu. De origem judaica, Caplan é natural de Los Angeles e inicialmente estudava para ser musicista, mas depois de um tempo percebeu que música não era sua praia e foi pro cinema. Outros pontos de destaque em sua carreira são a série Freeks and Geeks, onde iniciou a carreira e The Class, uma série de comédia tipo Friends que foi feia pelos criadores de Friends e tem um enredo muito parecido com Friends. Há quem diga que é meio auto-plágio (durou pouco), mas foi uma série bacaninha e sua personagem era a melhor coisa nela.







15 - Kate Beckinsale


Kate Beckinsale, tem como não amar? Apesar de algumas escolhas ruins/meia boca como Pearl Harbour, O Vingador do Futuro (melhor coisa do filme), Click (gosto do Adan Sandler, mas esse é de doer) e Temos Vagas, Kate é dessas que nos faz ver um filme só por estar no elenco, não importando a qualidade do mesmo. Sério, eu é que não via os Underworld pela qualidade cinemática ou moral deles. Dona de um rosto angelical e um corpo de querer comer sushi em cima, não tem como alguém criticar, falar mal ou dizer que não ia. Ponto pra mãe natureza.







14 - Patty Duke




Patty foi uma dessas """"raras"""" celebridades mirins que começam na fama muito cedo (daí o mirins) e viram problemáticas quando saem da infancia. Apesar de que, ao contrário dessa maioria, a moça não enfrentou o ostracismo e conseguiu manter uma carreira de sucesso na vida adulta, e seus problemas pessoais estavam mais ligados à transtorno bipolar do que ao uso de drogas, alcool e afins.
Com o sitcom The Patty Duke show, se tornou uma Maísa dos anos 60. Após a série, ingressou no cinema onde fez alguns filmes de sucesso como O Milagre de Anne Sullivan (um dos meu favoritos, awnn <3) e Sweet Charlie. Foi premiada por ambos. Após cumprir o pioneirismo de ir à público revelar sua desordem bipolar, virou uma grande ativista da causa.
Mano, ela tá muito zoada  recebendo esse prêmio, dá pra ter uma ideia do estado mental dela nessa época.
Duke hoje é uma coroa enxutona e se mantém em plena atividade.





Continuem acreditando que ela é morela ou esse post inteiro não fará sentido

13 - Krista Allen



Que me perdoem os fãs da Sylvia Kristel, Marcela Walerstein e a gracinha da Laura Gemser, mas minha Emmanuelle favorita sempre foram/serão esses peitos enormes chamados Krista Allen e a moça que os acompanha. Após protagonizar sete filmes da série (todos no mesmo ano!) a modelo, atriz e interprete de orgasmos californiana passou a fazer filmes "normais" e dizer que se arrependeu de ter interpretado a terráquea que ensinava aos aliens os prazeres do sexo. E assim começou a jornada para apagar a imagem de Emmanuelle de sua carreira, como por exemplo no filme Tratamento de Choque, onde interpreta uma atriz pornô que anda por aí seminua e fazendo troca-troca com sua amiga. Bem diferente, mesmo.
Mas nada adiantou, e ainda hoje em dia Krista é lembrada pelo papel que interpretou sete vezes em 1994, e até deve ter desistido de tirá-lo da mente das pessoas.
Ah! Um filme de terror daora com ela que vocês deveriam ver é Feast, de 2005 (vou falar dele em breve aqui).











12 - Gina Carano



Depois da garota propaganda do palito de dentes e da homonina dessa música do Et e Rodolfo, essa é a outra Gina famosa no mundo. Diz a lenda que 23 entre cada 10 heterossexuais e quaisquer outra pessoa de bom senso independe da sexualidade sonhava com ela interpretando a Mulher Maravilha no cinema. Ou você prefere aquele insosa que escolheram pro filme Batman Vs. Superman? Mi poup.
Mas antes de ser atriz, Gina é uma celebre lutadora de MMA, provando que existe sim uma única coisa que possa me interessar nesse esporte (e em qualquer outro). Fez sua estréia cinematográfica no filme de ação Haywire, que é de chorar de tão ruim, mas a vida é cheia dessas.












11 - Natalie Wood




Essa mulher é muito gata, vai te fuder. Nat participou de seu primeiro filme em 1943, e seguiu uma solida carreira em Hollywood, estrelando filmes de muito sucesso como Splendor in the Grass, West Side Story, Rebelde Sem Causa, The Searchers e Milagre na Rua 34. Infelizmente faleceu precoce e misteriosamente aos 43 anos por afogamento quando foi dar um passeio marítimo com seu marido e com o amigo Christopher Walken. Sim, o cara com mais cara de psicopata do cinema. Isso que dá ser amigo dele.
O mais curioso é que sempre teve medo de água e uma cartomante já hania previsto sua morte por afogamento antes! Brrrr!
Tanto faz, Natalie se eternizou como uma das mais belas e talensotas atrizes americanas. Dá só uma olhada no talento da jovem.












10 - Lisandra Parede




Eu adorava Amigas e Rivais (novela do Sbt), pronto, falei! Ai, lembro que começei a trabalhar um pouco antes dos momentos finais e não sei como a trama terminou. Espero que no dia em que eu for milionário e não precisar mais ser sodomizado pelo sistema a emissora do SS reprise pela milésima vez.
Mas sim, Lisandra. Atriz paulista de 30 anos, iniciou sua carreira em Malhação em 2006, passando depois por novelas no Sbt e Record. Seus trabalhos mais recentes foram no remake de Rebelde (que tanto a versão brasileira quanto a original tem lá suas qualidades, mas conseguem ser incrivelmente estragadas pelos fãs) e no de Chiquititas. Ao contrário de seu currículo, a beleza dessa menina é fenomenal! Já tive várias fantasias românticas com ela. Sim, românticas  Não sexuais! Porque eu sou um cara romântico. Do tipo que dá flores e ouve Belo durante o sexo.









9 - Priscila Sol



Outra brasileira na lista. E eu não tô falando da atriz pornô homonima, e sim da moça que interpretou a Paixão naquela novela do superestimado Manoel Carlos em que Mateus Solano era gêmeo de si mesmo. E meu Deus, como essa mulher era gostosa! Priscila já fez uns três filmes, sendo um curta premiado lá fora, e vez ou outra faz projetos de caridade com crianças com câncer e tal.
Naquela série patética na Mtv 'Descolados' dá pra ver seus generosos melões (sei que só usam esse termo em filmes americanos dublados, mas tô nem aí) por dois segundos e meio. Sim, eu dei print. Não, você não os verá aqui.
Priscila sempre teve problemas com peso, e de uns tempos pra cá entrou numa de ficar em forma e hoje tá parecendo um pirulito. Sério, nunca no Brasil ela ficou melhor meio esquelética como está agora do que quando era """"""gorda"""""""" como se achava. Dá uma olhada e me diz se eu tô errado:








8 - Lee Meriwether





Lee é uma das atrizes mais underrated dos anos 60, pois tanto pela beleza quanto pelo talento deveria ter figurado na grande Hollywood ao lado das maiores musas do cinema daquela época. Mas ela ficou mais conhecida mesmo pelas séries Barnaby Jones, O Túnel do Tempo, por ter interpretado a Mulher Gato no longa do Batman de 1966 (aquele que ele está envolvido com sprays e tubarões) e por vários filmes para televisão e pontas em séries como Missão Impossível, Desperate Housewives e na própria do Batman fazendo personagens diferentes. Natural de Los Angeles, foi Miss EUA nos anos cinquenta, já particiou do Space Ghost Coast to Coast nos anos noventa (mas eu não achei esse episódio de jeito nenhum cry) e hoje, aos 78 anos, ainda tá uma coroa de tirar a calça o chapéu.










7 - Winona

A musa/mascote do nosso humilde blog. O que dizer dela? Winona já passou por altos e baixos em sua carreira, já pegou vários caras de Hollywood, foi "maria guitarra" tendo casos com vários roqueiros, enfrentou problemas com drogas, passou anos no ostracismo e andou furtando lojas de roupas e frequentando tribunais devido a isso. Ela não é a cara desse blog?? Sim, ela é.
Filha de hippies, nasceu e cresceu em uma fazenda comunitária sem eletricidade até se tornar uma grande estrela do cinema. Dentre seus filmes mais fodas estão Edward Mãos de Tesoura, Heathers, Os Fantasmas se Divertem e O Homem Duplo. Gosto muito do subestimando Caindo na Real também. Estou há mais ou menos 20 anos decidindo se Dracula de Bram Stocker é um filme muito bom ou muito ridículo, então não o colocarei nessa lista.







6 - Katy Perry



Se essa lista fosse não sobre o conjunto da obra, mas mais especificamente sobre a mais gostosa, Katy estaria certamente disputando o primeiro lugar com a Gemma Arterton.
A musa dos peitos. Nossa, ninguém nunca teve peitos tão belos e perfeitos. Acho que todas as mulheres do mundo deveriam se desculpar por não terem peitos assim. E acho que a palavra peitos já foi dita nesse parágrafo bem mais vezes do que deveria.
Apesar das músicas extremamente chatas - e olha que eu gosto de muitas músicas da Britney, e algumas da Lady Gaga me soam bem apesar de eu odiar aquela palhaça, mas as da Katy não dá - , essa moça que se acha a super radical/anarquista/ revolucionaria e destruidora de tabus por ter beijado uma garota e gostado (quero provas) é originalmente loira, como muitas aqui, aliás. E ela fica linda loira. Fica linda de qualquer jeito, pois ela é perfeita, e tem peitos perfeitos.










Sabiam que existe um grupo no Facebook chamado "Katy Perry Magical Armpits"? Pois é.

 5 - Gemma Arterton



Eu acho assim que, tipo, só de a mulher ter sotaque britânico ela já ganha uns 200 pontos no quesito carisma. As vezes vejo uma moça falando com aquele sotaque inglês e ela automaticamente fica 5 vezes mais bonita, e olha que ela pode ser escrota como for. Imagina então a Gemma Arterton, que é linda, tesuda e aparece nua em quase todo o tempo de duração do filme O Desaparecimento de Alice Creed... 
Se você não conhece o talento da jovem, assista filmes como Príncipe da Pérsia, Escola Para Garotas Bonitas e Piradas, Fúria de Titãs, João e Maria e o já mencionado da Alice Creed. Alguns desses filmes podem até não ser bons, mas quando se tem a Gemma no cast isso não tem a menor importância.
Ainda sonho em encontrá-la pessoalmente e soltar a cantada "você é a Gemma da minha clara" tenho certeza que ela vai querer transar comigo ali mesmo.





Meu sabor favorito é pizza de Gemma Arterton



4 - Mary Elizabeth Winstead




Scream Queen e musa dos nerds, tem como ser mais perfeita que isso? Começou a carreira em musicais da Broadway, e depois fazendo pequenas pontas em séries, até começar sua carreira cinematográfica, na qual foi ficando conhecida por estrelar inúmeros (alá o exagero) filmes de terror, incluido seu debut Monster Island, ao lado de Carmen Electra, Nick Carter (!) e Adam West (!), um filme tão ruim, mas tão ruim, que peguei pneumonia três vezes enquanto o estava vendo. Mas foi em seu memorável papel como Ramona Flowers no excelente Scotty Pilgrim Vs o Mundo  que deixei de ser cowboy por ela. Desculpem o linguajar, mas que personagem perfeita do caralho, vai pra puta que pariu! A partir daí Mary ficou para o sucesso de vez, trabalhando com Tarantino (no infelizmente subestimadíssimo - até pelo próprio cineasta - Death Proof) e também no fraco prequel de The Thing.











3 - Clarice Falcão



"De dia Clarice Falcão, de noite Escurice Coruja" (pausa dramática). Se tem uma coisa que eu tenho certeza absoluta é que, se é que Clarice faz cocô - e tenho quase certeza de que não - ela caga churros, porque não é possível, minha gente! Olha essa menina, ela é muito cute, e sem ser forçada ou tosca. Ou seja, é tudo o que a Malu Magalhães sempre tentou ser e não conseguiu. Não sem passar por ridículo e cafona.
E aliás, eu sou fã da Clarice muito antes dela virar modinha. Sim, pois antes de fazer sucesso na música e no Porta dos Funtos, eu já a conhecia e admirava. Lembro que a primeira vez que a vi foi na novela A Favorita de 2008, como a filha da personagem da Lilia Cabral que levava uns cacete do marido. Foi só bater o olho nela e logo tive uma visão do futuro que seis anos depois ele estaria figurando nessa minha lista.







2 - Kristen Stewart




Por essa vocês não esperavam, e agora provavelmente irão me desprezar e repudiar essa lista, e com certeza irão atravessar a rua quando me virem, à tal ponto que nem o Bruno De Luca vai querer ser meu amigo. Fodam-se, ela não tem culpa se vocês não gostam dela por causa de um filme ou outro ou por uma pulada de cerca (aquelas muletas no Oscar deviam ser por causa disso). A minha tara pela Kristen é mística, atemporal e sem fronteiras. Ela só não está em primeiro lugar por causa do primeiro lugar (faz sentido, sim!), mas foi por pouco, pouquíssimo. Talvez eu até mude de ideia daqui a pouco.
Stew me passa a imagem de uma garota comum, que nós poderiamos muito bem encontrar na rua, num bar, num corredor de faculdade ou na cracolandia. Nada de glamourosidade e sofisticação. Não é essa a visão imediata que tenho dela, mas de uma girl next door dos sonhos. Daquelas que a gente sonha em namorar pra ficar jogando pif paf e plantando bananeira na parede do quarto. Enfim, watherer. Kristen, me transa.






A lá expressionismo alemão. 










1 - Cristina Scabbia




Bom, Cristina quase ficou em segundo lugar, disputou esse posto ferozmente com Kristen em um ring enlameado na minha mente e por pouco venceu. E a essa altura não tem mais o que falar. Ela está em primeiro lugar na minha lista das rockstars mais belas, então se eu fosse escrever alguma coisa sobre a moça aqui seria nada mais nada menos que um control+C control+V do parágrafo dela naquele posto, o que me leva à praticidade de apenas redirecioná-los para lá através desde link.
Mas umas fotos à mais dessa ninfa do metal não faz mal à ninguém, né amigos?


















E por hoje é só. Tentem não me odiar muito pela morena de vocês não estar presente aqui. E fica meu pesar de não terem entrado na lista mulheres como Zoe McLellan, Ana Karina, Ana Paula Saad (cês vêem como eu subo e desço de nível rapidinho), Alexandra Daddario, Tanit Phoenix, Alice Braga, Valentina Nappi, etc. Tentei encaixá-las, mas não rolou espaço.
Tentarei postar novamente em breve. Até lá, alimentem-se bem, pratiquem o desapego e se mantenham longe de drogas, principalmente as mais pesadas como heroína, krokodil e aquele filme do Frankenstein com o Aaron Eckhart.

Absssssssssssssssssss

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...